Lomeutec - Tutoriais e Informação

Recupere os arquivos que foram apagados do PC

  • Publicidade: Powered by Google

    Quem é que nunca apagou acidentalmente arquivos no computador? Pode acontecer com qualquer um e comigo não foi diferente. Estava testando alguns tocadores de músicas que tivessem a função de apagar direto da playlist e advinha o que aconteceu. Sem querer selecionei todas as músicas e mandei apagar do disco. Apagou direto, nem para lixeira foi. Perdi mais de 6GB de músicas no computador e depois de alguns minutos catatônico voltei para o mundo dos vivos e comecei a trabalhar na recuperação dos arquivos. Essa postagem vai mostrar uma maneira gratuita de você mesmo recuperar arquivos já apagados do seu computador. O programa que irei usar é um programa Linux, mas há versão dele para Windows também e o funcionamento é igual. A intenção desse tutorial é orientar principalmente usuários novatos e leigos em Linux. Essa publicação será dividida em duas partes.

    Tutorial

    Algo muito importante quando se perde arquivos é parar de usar o HD que os tinha guardado. Isso porque quando um arquivo é apagado do computador na verdade ainda fica lá, só que invisível e inacessível ao usuário.

    Grosseiramente falando, o que acontece é que os arquivos são gravados em blocos do disco e esses blocos são sinalizados para gravação ou leitura. Quando você apaga o arquivo, o sinalizador de leitura passa a ser de gravação, deixando aquele bloco disponível para ser regravado, informando ao computador que aquele espaço está disponível para receber um novo arquivo. Ou seja, o arquivo continua lá, só que inacessível e oculto, até que seja sobrescrito.

    Se você continua usando o HD, há uma grande chance de que o espaço que havia o arquivo que você apagou acidentalmente seja regravado e uma vez regravado não há mais como restaurar o arquivo perdido, pois outro arquivo assumiu o seu lugar.

    O procedimento que irei mostrar a seguir foi feito usando o programa "Photorec" no Ubuntu 12.04, mas esse programa também está disponível para Windows e reconhece partições formatadas tanto para sistemas de arquivos do Windows quanto para os do Linux.

    Recomendações

    Antes de qualquer coisa é altamente recomendado que você faça uma cópia de backup dos arquivos que você ainda não perdeu e que ainda estão no HD alvo da análise.

    Algo também altamente recomendado é fazer a recuperação dos arquivos em um HD diferente do qual está sendo analisado. Poderá usar também um pendrive ou em última hipótese uma partição diferente no mesmo HD, mas nunca a mesma partição no mesmo HD que está sendo analisado.

    Aviso

    O procedimento é demorado e a chance de recuperar 100% dos arquivos perdidos é praticamente nula. Com sorte você vai conseguir recuperar grande parte deles, mas alguns poderão já estar corrompidos ou simplesmente irrecuperáveis.

    Os arquivos recuperados no processo serão renomeados pelo programa. Serão nomes nada amigáveis e que em nada lembrarão o conteúdo dos tais arquivos.

    Cenário de exemplo

    Vou usar como exemplo minha própria situação.

    Em meu computador eu tenho 2 HDs. Em um de 250GB está instalado o Windows 7.

     
    E no outro HD de 1TB eu tenho a minha partição de Backup de 900GB, que irônicamente é onde perdi meus arquivos, tenho também mais duas partições Linux. Uma partição Swap de 1GB e a partição do sistema, onde estão os arquivos do Ubuntu, de 99GB. Ambas dentro de uma partição estendida. 


    Eu destaquei com cores o que foi escrito acima para ficar mais fácil você localizar no gráfico.

    Esse gráfico é do programa "Gparted". Usei seu gráfico apenas porque é mais fácil entender olhando a organização dos discos através desse programa. Principalmente para quem está acostumado com o Windows.

    Se você tem essa dificuldade pode instalar o "Gparted" através da "Central de programas do Ubuntu" só para entender melhor como o Linux enxerga os HDs e partições no seu computador.

    Minha intenção é recuperar vários arquivos ".MP3" que foram perdidos, mas poderia ser qualquer outro tipo de arquivo.

    Apesar de estar usando Linux, a partição que continha os arquivos está formatada em "NTFS" do Windows.

    A quantidade de arquivos é muito grande e como eu não possuo HD externo e nem qualquer dispositivo com grande capacidade para salvar os arquivos recuperados irei salvar no mesmo HD, só que em uma partição diferente da analisada, apesar disso não ser o melhor procedimento. Se você tem qualquer dispositivo externo onde restaurar os arquivos use-o.

    Irei recuperar arquivos que estão na partição de "Backup" e salvá-los na Partição onde está a "Home" do meu Ubuntu. Ambas partições do mesmo HD.
     
    Agora que apresentei o cenário vamos ao procedimento de recuperação dos arquivos.

    Recuperando os arquivos

    Abra a "Central de programas do Ubuntu" pesquise por "testdisk".  Instale esse programa.

    Se você usa Windows pode baixar desse link abaixo. Há também versão para Mac, mas não sei se funciona da mesma forma.

    Download do Testdisk para Windows.

    Para usuário de Linux é importante desmontar a unidade antes de começar a usar o programa.

    Abra o terminal e execute o comando "umount" para a unidade que será analisada.

    No meu caso por exemplo, se você verificar o gráfico na imagem acima verá que a partição "Backup" é a "/dev/sda1", portanto o comando ficou assim:

     sudo umount /dev/sda1
    Esse comando deve ser usado como administrador, por isso o "sudo" antes.

    Logo a seguir execute o seguinte comando:

    sudo photorec
    OBS: Apesar desse nome, o programa não recupera só imagens, ele restaura arquivos de vários formatos.


    A interface do programa é bem antiguada, mas ele é funcional e vai atender ao nosso propósito. Você terá que selecionar as opções usando o teclado.


    Nessa tela ele mostra os HDs que estão no computador. A partição "Backup" está em "/dev/sda", então vou simplesmente pressionar "Enter" para confirmar. Se eu quisesse escolher o outro HD, eu usaria as teclas de setas para cima ou para baixo para mudar a seleção.


    Na tela seguinte o programa me mostra como está organizado o HD que foi selecionado na etapa anterior.

    Veja que ele mostra a mesma organização mostrada pelo gráfico do "Gparted" para o mesmo HD.

    A primeira opção, "No partition", se for selecionada irá fazer uma varredura completa no disco independente das partições que houverem nele.

    Só é necessário usar essa opção se você não lembrar nem em qual partição estava o arquivo que se quer recuperar.

    No meu caso, eu sei muito bem que os arquivos de músicas estavam somente na partição "Backup", portanto irei selecionar somente ela. Para isso uso as teclas para cima e para baixo.

    A seguir uso as teclas de seta para esquerda e direita para selecionar "File Opt" que está abaixo e então pressiono "Enter".


    Agora é hora de escolher quais os tipos de arquivos devem ser procurados e recuperados.

    Primeiro pressione "S" para desmarcar tudo de uma vez. Depois, usando as teclas de seta para cima ou para baixo percorra a lista para encontrar a extensão referente ao arquivo que você quer resgatar. Quando achar a extensão use a barra de espaço para selecioná-la.

    OBS: Sempre que quiser voltar a tela anterior do programa sem alterar nada pressione a tecla "Q".


    Quando terminar pressione "B" para salvar as alterações.


    Confirme com "Enter" ou pressione "Q" para retornar a tela  onde é selecionada a partição a ser analisada. Usando as teclas de seta para direita e esquerda selecione "Search" e pressione "Enter".


    Na próxima tela o programa pergunta qual o sistema de arquivos da partição a ser analisada. No meu caso a partição estava formatada em "NTFS", portanto usei as teclas de seta para cima e para baixo para selecionar a opção "Other" que se refere a minha situação.


    A seguir o programa quer saber se ele deve buscar pelos arquivos no disco todo ou somente no espaço livre.

    Se você selecionar "[Free]" para verificar somente no espaço livre,  programa irá recuperar arquivos que foram apagados e que ainda não foram sobrescritos.

    Apesar de ter usado a segunda opção do programa, "[Whole]", que verifica em todo o disco, inclusive no espaço usado, recomendo usar a primeira opção.

    Isso porque a segunda opção resgata muito lixo, muitos arquivos que nada tinham haver com o meu interesse.

    Eram pouco mais de 1000 músicas que foram apagadas acidentalmente e o programa achou 10 vezes mais em arquivos ".MP3" de coisas como cursos e jogos guardados no meu HD e eu só queria as músicas que tinham sido apagadas.

    Além disso, a opção "[Free]" faz uma verificação mais rápida já que a área a ser vasculhada é menor.

    Se depois, por acaso você não se sentir satisfeito com o resultado repita a operação usando a opção  "[Whole]".


    Na tela seguinte o programa quer saber onde serão salvos os arquivos que forem sendo recuperados.

    Como eu já disse, eu selecionei uma pasta dentro do mesmo HD, mas não na mesma partição. Enquanto a partição "Backup" ia sendo vasculhada, os arquivos encontrados iam sendo salvos na partição do meu Ubuntu, dentro de "/home/lomeutec/Música/".


    Depois de confirmar o processo de recuperação começa e pode demorar muito. Depende da configuração do computador.

    Para mim, usando um Core 2 duo de 2,8GHz e uma partição de 900GB em um HD de 7200 rpm a ser verificado demorou mais 5 de horas.

    Veja a tela final com os resultados da busca.


    Assim que terminar reinicie o computador.

    O Programa recuperou muita coisa e separou em várias pastas dentro da pasta que eu havia selecionado para salvar.

     
    Mas há um preço. Os arquivos de música perderam as informações de "Artista", "Álbum", "Nome" e tudo mais. Nem todos os arquivos recuperados estão íntegros. Alguns infelizmente se perderam sendo impossível recuperá-los. Mesmo assim meu prejuízo foi minimizado. Estimo que tenha conseguido recuperar mais de 70% das músicas.


    Com a informação desse tutorial você já irá conseguir recuperar vários arquivos que você tenha perdido ou apagado acidentalmente.

    Na segunda parte dessa publicação, que será postada dia 10/10/2012, eu irei mostrar como restaurar os nomes corretos das músicas recuperadas com esse processo.

    É isso aí e até a próxima. ;-)

    Nilton (LOMEUTEC)
    É formado como técnico em informática com ênfase em análise de sistemas e programação comercial. No entanto gosta mesmo é de fazer publicações para o blog lomeutec.blogspot.com onde compartilha grande parte do pouco conhecimento autodidata que adquire através de experiências, estudos diários e até mesmo de tudo aquilo que descobre enquanto navega despreocupadamente pela internet em seus momentos de ócio. Aqui no LTI acumula funções de publicador, moderador, editor, administrador e o que mais for possível e necessário.