Lomeutec - Tutoriais e Informação

Spaun simula o básico de um cérebro humano

Pesquisas realizadas por um grupo de neurocientistas e engenheiros de softwares na universidade de Waterloo no Canadá, parece aproximar a nossa realidade de algo já imaginado por alguns roteiristas de filmes Sci-Fi. Eles conseguiram criar um cérebro artificial, o mais complexo até o momento. Embora ainda só seja capaz de realizar testes básicos de QI, mostra qual será o próximo passo para a evolução da inteligência artificial.

O Spaun (Semantic Pointer Architecture Unified Network) imita o funcionamento de algumas partes do cérebro humano como o córtex pré-frontal (responsável pelo planejamento estratégico, tomadas de decisões e avaliação de resultados), gânglios da base (responsável pelo controle motor) e o tálamo (responsável por organizar estímulos externos enviando-os as áreas apropriadas do cérebro onde serão processados).

É constituído de 2,5 milhões de neurônios simulados e através de um olho digital de 784 pixels é que lhe são passados estímulos visuais externos aos quais responde com um braço robótico que ele usa para desenhar em uma folha de papel.

Seu funcionamento é basicamente o seguinte.

Uma imagem é apresentada e capitada pelo olho eletrônico. Essa imagem é processada pelo tálamo e os dados são enviados ao neurônios. Nesse momento os gânglios da base encaminham a informação para o córtex que se encarrega de processar e fornecer uma resposta.

Teoricamente você mesmo pode testar o Spaun, pois ele possui código aberto e seu software está disponível para download gratuito.

Download Spaun

O maior problema está na configuração exigida. É necessário ter pelo menos 24 GB de RAM, processador Quad-Core de 2.5 GHz e ainda sim o resultado da simulação de 1 segundo de processamento levará em média 3 horas para ser obtido. Haja Lag!

extremetech.com